Edição digital
PUB
Marketing

5 tendências que vão marcar o marketing B2B em 2024

Internacionalmente, o foco está no desenvolvimento de estratégias que potenciem engajamentos autênticos, independentemente das diferentes formas de os conseguir. Um novo estudo levado a cabo pela Martech Digital, agência portuguesa […]

Meios & Publicidade
Marketing

5 tendências que vão marcar o marketing B2B em 2024

Internacionalmente, o foco está no desenvolvimento de estratégias que potenciem engajamentos autênticos, independentemente das diferentes formas de os conseguir. Um novo estudo levado a cabo pela Martech Digital, agência portuguesa […]

Sobre o autor
Meios & Publicidade
Artigos relacionados
Domínio .pt não é prioritário para Amazon
Digital
Adico escolhe Gonçalo Coelho de Carvalho como diretor comercial e de marketing
Marketing
IADE lança curso de media, informação e entretenimento em parceria com GCI Media Group
Media
Agência de comunicação LCPA Creative Agencies dá origem à KOR Creatives
Comunicação
Campanha da TBWA/BBDO para a McDonald’s Portugal pode ser usada em outros países (com vídeo)
Publicidade
Adidas e Thom Browne disputam uso de riscas em tribunal
Marketing
Anunciantes do Now poderão ter investido cerca de €100 mil em publicidade no primeiro mês
Media
Atletas olímpicos protagonizam campanha da Bar Ogilvy que divulga parceria entre COP e TAP (com vídeo)
Publicidade
Agência criativa DJ cria anúncio de verão da Rádio Comercial (com vídeo)
Publicidade
Raquel Santos reforça equipa da NTT Data
Digital

Internacionalmente, o foco está no desenvolvimento de estratégias que potenciem engajamentos autênticos, independentemente das diferentes formas de os conseguir. Um novo estudo levado a cabo pela Martech Digital, agência portuguesa de marketing e comunicação especializada no mercado B2B, revela que a inteligência artificial (IA), a hiperpersonalização do e-commerce, o marketing conversacional e o marketing de vídeo são outras das principais tendências da promoção digital B2B que vão marcar 2024.

1. Uso crescente de IA vai favorecer personalização

PUB

O uso da IA é inevitável e vai continuar a marcar este ano. No marketing digital B2B, a abordagem vai tornar-se mais proativa, resultando em recomendações e interações mais eficientes. “Este nível de personalização possibilita a transformação de dados, aumentando as hipóteses de conversão e mantendo os clientes satisfeitos”, refere o estudo.

“Como parte desta tendência, espera-se um aumento significativo no uso de chatbots para atendimento e suporte, bem como a integração da IA nos sistemas de customer relationship management (CRM)”, avança ainda a Martech Digital.

2. Hiperpersonalização do e-commerce melhora experiência de comora

É outra das tendências. “As empresas já estão a ser desafiadas a oferecer experiências personalizadas para cada cliente e, por sua vez, a aplicação da hiperpersonalização no marketing digital B2B estende-se também ao comércio eletrónico. A proposta consiste, portanto, em explorar as capacidades da IA e dos dados para antecipar os interesses e procura do consumidor, visando facilitar a aquisição de produtos e serviços”, defende a organização.

“A qualidade da experiência de compra para o cliente deve evoluir por meio da implementação de recursos como a realidade virtual, a criptografia, a tecnologia bancária e o marketing de vídeo no comércio eletrónico B2B”, esclarece também o novo estudo.

3. Marketing conversacional em ascensão para potenciar engajamento

Tem vindo a ganhar peso e assim irá continuar, vaticina a Martech Digital. A agência lusa acredita que o marketing conversacional, à semelhança do de vídeo, vai se destacar (ainda) mais em 2024, especialmente em plataformas digitais como o WhatsApp, garantindo respostas rápidas e eficientes em tempo real.

“A abordagem que utiliza diálogos automatizados em tempo real para guiar prospects ao longo da jornada de compra é uma estratégia inovadora”, refere a empresa. Nesta análise de tendências, é realçado ainda o formato audiovisual, que demonstra ser uma ferramenta poderosa para difundir mensagens e para estabelecer conexões com os consumidores, educando-os e promovendo a sua fidelização.

4. Aproveitamento do poder dos (micro)influenciadores para alavancar vendas

O estudo agora divulgado aponta o recurso a influenciadores nas estratégias de marketing como uma das ações a continuar a dinamizar. Adverte, no entanto, as empresas do setor para estarem atentas a possíveis especialistas aos microinfluencers e aos nichos para chegar a outros públicos. As demonstrações em vídeo nas redes sociais podem ter um impacto significativo que importa saber capitalizar.

5. Diversificação do marketing de conteúdo

É outra das tendências identificadas pela Martech Digital. “A diversidade no marketing de conteúdos não deverá abranger apenas os tipos de conteúdo a serem criados, mas também os canais de entrega e os formatos”, defende o estudo.

Além das tradicionais plataformas digitais, como os blogues, as redes sociais e agregadores de vídeos como o YouTube, a exploração de formatos ao vivo e interativos como webinars, podcasts e workshops online também é recomendada. “O objetivo não é apenas impulsionar vendas, mas também construir uma comunidade sólida e uma plataforma de comunicação e colaboração”, justifica a organização.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Artigos relacionados
Domínio .pt não é prioritário para Amazon
Digital
Adico escolhe Gonçalo Coelho de Carvalho como diretor comercial e de marketing
Marketing
IADE lança curso de media, informação e entretenimento em parceria com GCI Media Group
Media
Agência de comunicação LCPA Creative Agencies dá origem à KOR Creatives
Comunicação
Campanha da TBWA/BBDO para a McDonald’s Portugal pode ser usada em outros países (com vídeo)
Publicidade
Adidas e Thom Browne disputam uso de riscas em tribunal
Marketing
Anunciantes do Now poderão ter investido cerca de €100 mil em publicidade no primeiro mês
Media
Atletas olímpicos protagonizam campanha da Bar Ogilvy que divulga parceria entre COP e TAP (com vídeo)
Publicidade
Agência criativa DJ cria anúncio de verão da Rádio Comercial (com vídeo)
Publicidade
Raquel Santos reforça equipa da NTT Data
Digital
PUB
Marketing

Adico escolhe Gonçalo Coelho de Carvalho como diretor comercial e de marketing

A carreira do novo diretor comercial e de marketing da Adico começa no setor das vendas, com o grupo Sotecnisol, seguindo-se cinco anos na multinacional grega Fibran, onde foi responsável pelo departamento de marketing e vendas

A Adico, empresa de mobiliário metálico reconhecida pela icónica cadeira portuguesa lançada nos anos 1930, nomeou Gonçalo Coelho de Carvalho como diretor comercial e de marketing.

Gonçalo Coelho de Carvalho é licenciado em arquitetura pela ESAP (Escola Superior Artística do Porto) tirou uma pós-graduação em gestão imobiliária na FEP, um MBA executivo na Católica/ESADE e um doutoramento em gestão empresarial aplicada, no ISCTE, com tese em estratégia no canal do retalho.

“Estou muito entusiasmado com este novo desafio. Tratando-se de uma marca com mais de 100 anos e com presença em todo o mundo, será extremamente desafiante contribuir para o seu contínuo reconhecimento, fortalecimento e crescimento. Estou confiante de que, com a talentosa equipa Adico, alcançaremos grandes sucessos”, refere Gonçalo Coelho de Carvalho, citado em comunicado de imprensa.

A carreira do novo diretor comercial e de marketing da Adico começa no setor das vendas, com o grupo Sotecnisol, seguindo-se cinco anos na multinacional grega Fibran, onde foi responsável pelo departamento de marketing e vendas. Em 2013, assume a liderança do marketing da multinacional suíça Sika, em Portugal, cargo que ocupa durante nove anos, acumulando, nos últimos três anos, a direção de ‘building finishing’. Mais recentemente, tem trabalhado como consultor em estratégia e crescimento de negócios e como professor universitário.

Miguel Carvalho, diretor geral da Adico, destaca o perfil e a experiência profissional do novo diretor, como os fatores essenciais para esta nomeação. “Estamos muito satisfeitos com a entrada do Gonçalo Coelho de Carvalho para o cargo de diretor comercial e de marketing. O Gonçalo tem uma vasta experiência profissional que será fundamental para continuar a impulsionar o crescimento da Adico. Estamos confiantes de que a sua liderança e visão estratégica contribuirão significativamente para o sucesso da nossa empresa”, refere.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Adidas e Thom Browne disputam uso de riscas em tribunal

A Thom Browne, que em 2007 abandonou o padrão de três riscas após a Adidas ter apresentado uma queixa legal, argumenta que a Adidas está efetivamente a tentar estabelecer um monopólio sobre a utilização de riscas nas roupas

A Adidas e a Thom Browne regressaram ao Tribunal Superior de Londres, para mais uma batalha legal centrada no uso de riscas nas respetivas marcas registadas. A mais recente audiência ocorreu a 17 de junho, com a Thom Browne contra a Adidas.

A Thom Browne, que utiliza regularmente um padrão de riscas com quatro barras, processou a Adidas em Londres, em 2021, para revogar várias marcas registadas com o emblemático padrão de três riscas da Adidas. A Thom Browne, que em 2007 abandonou o padrão de três riscas após a Adidas ter apresentado uma queixa legal, argumenta que a Adidas está efetivamente a tentar estabelecer um monopólio sobre a utilização de riscas nas roupas.

A Adidas, no entanto, contra-argumenta, ao afirmar que a Thom Browne está alegadamente a infringir as suas marcas registadas, ao vender vestuário de lazer e desportivo com quatro riscas, acusando ainda a marca de explorar a reputação e a imagem da Adidas.

O advogado da Thom Browne, Philip Roberts, argumenta que a Adidas utilizou certas marcas como ‘cavalos de tróia’ para impedir a utilização das riscas nos produtos de outras empresas. O advogado da marca de luxo norte-americana acrescentou nos autos que “a amplitude do monopólio da Adidas ameaça a liberdade básica dos designers de moda de desenhar roupas da forma que desejarem”.

Mas a advogada da Adidas, Charlotte May, afirmou em tribunal que o lançamento de uma gama de vestuário desportivo pela Thom Browne, em 2020, foi um ponto de viragem que “atingiu o coração do negócio da Adidas”.

As duas marcas já se enfrentaram anteriormente nos Estados Unidos, onde um júri rejeitou o processo de marca registada da Adidas, no ano passado, uma decisão confirmada em maio. A Thom Browne também está a apresentar um processo separado de marca registada contra a Adidas nos Países Baixos e no Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia.

Sobre o autorDaniel Monteiro Rahman

Daniel Monteiro Rahman

Mais artigos
Marketing

Betclic desafia influenciadores e mostra resultado em documentário da Bakery (com vídeo)

O ator Tiago Teotónio Pereira, acompanhado por dois amigos, Tiago Allen e Guilherme Guerra (na foto), foi de Chaves e Faro de bicicleta, pela estrada nacional 2. Documentada pela Bakery, a aventura foi registada pela objetiva de Vasco Pedroso, apurou o M&P

O ator Tiago Teotónio Pereira é o protagonista do novo documentário da série Desafios Betclic, projeto da Betclic que instiga alguns dos influenciadores digitais que colaboram com a marca a superarem-se em desafios físicos, sob pena de terem de cumprirem uma consequência caso não os consigam concretizar. Disponível no YouTube, com produção da Bakery, em colaboração com a Notable, foi realizado e montado por Vasco Pedroso. A pós-produção e os efeitos visuais têm a assinatura de Victor ZK, apurou o M&P.

O registo documental de 24 minutos mostra o ator, acompanhado por dois amigos, Tiago Allen e Guilherme Guerra, a ir de Chaves e Faro de bicicleta, pela estrada nacional 2, numa viagem, realizada em março, que se prolongou por cinco dias. “Foi muito mais difícil do que algum dia imaginei. Tínhamos previsão de mau tempo, mas nunca pensei que fosse um fator decisivo para a continuação do desafio”, refere Tiago Teotónio Pereira, habituado a participar em provas desportivas extremas.

A tempestade Nelson, que assolou muitas regiões do país, foi o principal inimigo do trio ao longo dos 738 quilómetros do percurso. As condições meteorológicas extremas chegaram a pôr em causa a continuação da viagem, mas o espírito de resiliência dos participantes sobrepôs-se às dificuldades. “Este desafio da Betclic ganhou o primeiro lugar no top de experiências inesquecíveis e mais difíceis de sempre”, afirma o artista. A série Desafios Betclic também inclui vídeos com os influenciadores Ric Fazeres e Daizer.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Marketing

Boutique dos Relógios Plus tem montras criadas pelo artista Diogo Machado (com vídeo)

O artista conhecido como Add Fuel desenvolveu um conceito que cruza os azulejos portugueses com o verão e a relojoaria, celebrando a tradição e a modernidade. As novas montras artísticas (na foto) vão estar visíveis durante o verão, nas lojas de Lisboa, Cascais, Porto e Quinta da Lago

A Boutique dos Relógios Plus traz uma nova dimensão artística às montras das lojas, com a colaboração exclusiva do artista visual português Diogo Machado, conhecido como Add Fuel. A parceria pretende transformar as montras das várias lojas ‘Plus’ da Boutique dos Relógios em galerias de arte, celebrando a tradição dos azulejos portugueses em conjugação com o estilo contemporâneo.

A arte de Diogo Machado, inspirada na azulejaria tradicional que remonta ao século 15, é caracterizada pela fusão de elementos clássicos com um estilo moderno e detalhado. Para a colaboração com a Boutique dos Relógios Plus, o artista Add Fuel desenvolveu um conceito que pretende combinar a elegância da relojoaria com a frescura do verão, utilizando cores brilhantes e padrões que pretendem evocar a beleza dos azulejos sob a luz do sol.

“A arte dos azulejos destaca-se no verão, quando as suas cores e padrões brilham sob a luz solar, tornando as cidades portuguesas verdadeiras galerias a céu aberto. Apreciar os azulejos é uma experiência que mistura o calor da estação com a elegância visual e histórica. Os tons azuis e brancos predominantes evocam frescura e tranquilidade, complementando o vibrante verão. Assim, o verão, os azulejos e a elegância da relojoaria formam uma tríade perfeita, refletindo a alma e a cultura portuguesas na sua máxima expressão”, enfatiza Diogo Machado, em comunicado de imprensa.

As novas montras artísticas vão estar visíveis durante o verão, permitindo aos visitantes apreciar a combinação entre a tradição dos azulejos e a inovação artística. No Natal, a parceria será retomada com uma nova exibição também assinada por Add Fuel. As montras de verão são já visíveis nas lojas Boutique dos Relógios Plus em Lisboa, na Avenida da Liberdade, no Amoreiras Shopping Center e no CascaisShopping. Também estão presentes nas lojas Boutique dos Relógios Plus na Avenida dos Aliados, no Porto, no NorteShopping, em Matosinhos e na Quinta do Lago, no Algarve.

Segundo a marca, esta iniciativa faz parte do compromisso permanente da Boutique dos Relógios Plus em associar-se a artistas de renome e promover a arte nas respetivas lojas. Anteriormente, já foram realizadas várias exposições artísticas na Boutique dos Relógios Plus ART na Avenida da Liberdade, em Lisboa, onde um mural de Add Fuel é destaque desde a inauguração da loja.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

EDP é a marca com maior valor de ESG em Portugal. Vale €406 milhões

A Delta é, no entanto, a empresa portuguesa onde a sustentabilidade mais contribui para o valor financeiro da insígnia, com 16,8%. “É a que está mais próxima do seu valor potencial de contribuição para o respetivo valor financeiro da marca”, revela estudo da OnStrategy

A EDP é a marca com maior valor de ESG em Portugal. Vale €406 milhões, de acordo com o estudo da estudo da OnStrategy que analisa o peso das práticas ambientais, sociais e de governança no cálculo do valor das empresas nacionais. Em segundo lugar, surge a Galp Energia, com €296 milhões, à frente da Jerónimo Martins, com €209 milhões. Na quarta posição do ranking elaborado pela consultora, surge o Pingo Doce, com um valor de €157 milhões. O quinto lugar da tabela é ocupado pelo Continente, com €137 milhões.

CGD, Millennium bcp, EDP Renováveis, Meo e BPI completam o top 10, à frente da Nos, da Super Bock e da Sonae. “A Delta [que ocupa o 14º lugar do ranking] é a marca portuguesa em que a sustentabilidade mais contribui para o valor financeiro da marca com 16,8% e que mais próxima está do seu valor potencial de contribuição para o respetivo valor financeiro da marca”, sublinha a OnStrategy em comunicado de imprensa.

“A sustentabilidade já devia contribuir com 19,8 % para o valor financeiro mas, nas 100 marcas portuguesas mais valiosas, o contributo direto é de apenas 12,7%”, avança a análise da consultora, lembrando que, nos últimos anos, foram desenvolvidas políticas e requisitos que as organizações nacionais também têm de cumprir. “O mundo enfrenta desafios de sustentabilidade cada vez maiores, que se tornaram uma obrigatoriedade para as organizações, até por via legislativa”, sublinha João Baluarte, sócio da OnStrategy.

 

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Nacional reinventa o passado com nova imagem criada por Pedro Pires (com vídeo)

O rebranding (na foto) acompanha uma campanha para a gama de Corn Flakes, já no ar e criada também por Pedro Pires, mas desta vez através da Poets & Painters. A campanha tem planeamento de meios da Havas Portugal, redes sociais a cargo da Live Content e marketing de influência da Luvin

A Nacional tem uma nova identidade visual criada por Pedro Pires, que, quando aceitou o projeto, ainda se encontrava na Solid Dogma. A nova imagem, que abrange todo o portefólio de produtos da Nacional, foi inspirada no passado da marca, reinventando-o a pensar num novo futuro.

A insígnia apresenta ainda uma nova assinatura, ‘Nacional é a companhia original dos Cereais’, que pretende representar o pioneirismo da marca no mercado dos produtos cerealíferos. No âmbito digital, a marca já se apresenta com um tom de comunicação renovado e com uma nova identidade visual.

“Somos uma marca considerada de confiança, tradicional, histórica e que goza de uma elevada notoriedade. No entanto, temos a ambição que a marca se torne intemporal, mais contemporânea, autêntica e sofisticada. Queremos, com esta nova imagem e posicionamento, surpreender os nossos consumidores e tornar-nos ainda mais próximos deles”, destaca Leonor Assunção, gestora de marca da Nacional, citada em comunicado de imprensa.

Segundo a Nacional, o novo logotipo foi trabalhado de forma a criar um equilíbrio entre o clássico e o contemporâneo, considerando o legado da marca. No que diz respeito ao ‘packaging’, a nova imagem já está implementada nos diversos produtos da marca. Os próximos passos passam pela atualização das embalagens dos restantes cereais e barras, para garantir uma coerência visual em toda a linha de produtos.

O rebranding acompanha uma campanha para a gama de Corn Flakes, já no ar e criada também por Pedro Pires, mas desta vez através da Poets & Painters. Presente em publicidade exterior, digital, redes sociais e ponto de venda, a campanha tem planeamento de meios da Havas Portugal. As redes sociais estão a cargo da Live Content e a Luvin é responsável pelo marketing de influência. A Nacional ainda tem mais três campanhas programadas até ao final do ano, focadas nas gamas de bolachas e farinhas.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Leo Burnett Lisboa desenvolve ativação para a Castello

Através de um código QR, os consumidores podem degustar uma água gratuitamente. A iniciativa pretende amplificar a campanha publicitária desenvolvida no âmbito da comemoração dos 125 anos da marca, com planeamento de meios da Dentsu Media

A Leo Burnett Lisboa é responsável pela criatividade da ativação de marca que a água Castello está a promover, até 31 de julho, nas ruas de Lisboa atravessadas pelo elétrico 15, um dos símbolos da capital. Revestida a preto e vermelho, a viatura inclui um código QR que redireciona os consumidores para o site da marca, permitindo-lhes selecionar o ponto de venda onde podem desfrutar de uma água oferecida pela insígnia, numa ação de experimentação de produto.

A iniciativa pretende amplificar a campanha desenvolvida no âmbito da comemoração dos 125 anos da Castello, com planeamento de meios da Dentsu Media. “O Café Império, no Restelo, e a pastelaria A Tentação, na Praça da Figueira, recebem os passageiros para saborear uma água gaseificada premium simples, com fruta ou em mix com outras bebidas”, explica em comunicado a Central de Cervejas, que em 2019 adquiriu a concessão e a marca de água.

“Esta campanha publicitária representa o espírito da marca, o seu dinamismo, a inquietude e a ambição em estar cada vez mais presente nos momentos importantes do dia a dia de uma forma versátil, desafiadora e inesperada”, refere Martim Manoel, gestor de marketing da Castello. A oferta, que reforça a estratégia de comunicação da marca iniciada em 2023, é limitada a uma garrafa de água por participante e ao stock existente.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

APETRO é agora EPCOL com rebranding da White Way (com vídeo)

O rebranding pretende refletir o posicionamento estratégico da Empresas Portuguesas de Combustíveis e Lubrificantes, anteriormente denominada Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas, destacando o compromisso com a transição energética sustentável

A EPCOL é a nova marca que representa a associação das Empresas Portuguesas de Combustíveis e Lubrificantes, anteriormente conhecida como Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas (APETRO).

O novo rebranding da associação, que passou pela criação de uma nova identidade visual e comunicação de marca, é da autoria da agência criativa White Way e pretende refletir o novo posicionamento estratégico da associação, destacando o compromisso com a transição energética sustentável. 

“A EPCOL quer garantir a energia do presente, enquanto investe na energia do futuro. Para nós e para as nossas associadas, é extremamente importante fornecer produtos energéticos com menor impacto no clima e no ambiente, pois somos e queremos continuar a ser parte da solução para as necessidades das empresas e famílias”, garante António Comprido, secretário-geral da EPCOL, em comunicado de imprensa.

“A sustentabilidade é um tema estratégico para a White, tanto na dimensão interna como no apoio aos nossos clientes nesta jornada. Ter a possibilidade de trabalhar criativamente um assunto tão fulcral é, para além de um privilégio, um enorme prazer. Estamos muito satisfeitos com o resultado deste projeto da EPCOL”, revela Filipa Montalvão, cofundadora e sócia da White Way.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Swee investe mil euros em marketing de guerrilha para atrair atenção de Cristina Ferreira

“Como ela recebe milhares de mensagens por dia, nunca iria reparar numa mensagem nossa. Surgiu-nos, então, a ideia de alugarmos um ‘billboard’ na Malveira”, explica ao M&P Diogo Valente, cofundador da marca de gelados

A Swee investiu mil euros numa ação de marketing de guerrilha para atrair a atenção de Cristina Ferreira. Para dar a provar os gelados veganos que produz e comercializa à apresentadora de televisão, a marca alugou um suporte publicitário na Malveira, na berma de uma estrada por onde a também diretora de entretenimento e ficção da TVI circula diariamente. No cartaz, a empresa reproduz a mensagem direta que enviou a Cristina Ferreira no Instagram, para lhe dar a conhecer a Swee.

“Como ela recebe milhares de mensagens por dia, nunca iria reparar numa mensagem nossa. Surgiu-nos, então, a ideia de alugarmos um ‘billboard’ na Malveira”, explica ao M&P Diogo Valente, cofundador da marca, justificando a escolha com o percurso profissional da apresentadora. “Sentimos muito a necessidade de manter a essência do projeto. Não nos esquecemos para onde vamos nem de onde viemos. A Cristina é uma pessoa que respeitamos muito por causa disso. Apesar de ter chegado aonde chegou, mantém bem vincado de onde vem”, afirma o empreendedor que cofundou a marca com Tiago Rebelo, em 2021.

Depois da colocação do cartaz, a Swee publicitou a ação nas redes sociais, procurando obter uma reação por parte da apresentadora, que até agora ainda não chegou. “Acho que ela está a preparar uma resposta do outro mundo. É a única justificação plausível. Mas estamos a aguardar pacientemente”, garante Diogo Valente, acreditando que o propósito de dar a provar os gelados à apresentadora vai ser atingido. “Ela vive muito os valores de autenticidade e de transparência da marca. Estamos convictos de que vamos ter uma interação com ela”, refere.

Nas redes sociais, os seguidores da marca reagiram entusiasticamente à iniciativa. “Foi a primeira vez que investimos em marketing, para nós este é um investimento gigante, mas fazemos ‘live streams’ com os nossos consumidores todos os dias, o que nos posiciona como uma marca brincalhona e divertida. As pessoas podem ver a equipa, como trabalhamos e onde estamos com ações de experimentação”, explica o empreendedor, que também aproveitou a euforia em torno do Euro 2024 para promover gratuitamente a marca.

“Desafiámos, através das redes sociais, a seleção nacional a experimentar os nossos gelados, incentivando também os nossos seguidores a dar-lhos a provar. Chegámos ao Danilo Pereira, que começou a seguir-nos e a interagir connosco. Quando a equipa partiu para a Alemanha, seguimos o autocarro até ao aeroporto, transmitindo a viagem em ‘live stream’. Quando o Danilo saiu, demos-lhe um gelado a provar”, recorda Diogo Valente, que também invadiu uma emissão da RTP para promover a marca, naquela que foi outra ação de marketing de guerrilha da Swee.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Marketing

Reveja os melhores momentos dos Prémios de Design M&P’24 (com fotos e vídeo)

Conheça os protagonistas da 14ª edição dos Prémios de Design M&P, evento que decorreu ao fim da tarde de 10 de julho, no Montes Claros – Lisbon Secret Spot, em Monsanto

A Dentsu Creative Iberia é a grande vencedora dos Prémios de Design M&P’24, ao ser eleita como Agência do Ano e distinguida com o Grande Prémio, com o projeto ‘Avant-gardening sounds’ para o festival de música Jardim Sonoro. No total, o júri atribuiu 41 prémios (sete ouros, 14 pratas e 20 bronzes), o que representa 72% dos trabalhos que chegaram a shortlist (57).

A entrega de prémios decorreu ao fim da tarde de 10 de julho, no Montes Claros – Lisbon Secret Spot, no Parque Florestal de Monsanto, num evento que reuniu 179 profissionais do setor, para a entrega dos troféus que distinguem os melhores trabalhos na área de design. Conheça os protagonistas e reveja os melhores momentos dos Prémios de Design M&P’24.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Meios & Publicidade. Todos os direitos reservados.