Edição digital
PUB
Marketing

Metade dos consumidores globais estariam dispostos a pagar cerca de 10% a mais por produtos sustentáveis

Esta é uma das conclusões do relatório anual Consumer Products Report 2024 da Bain & Company, adiando que, apesar disso, poucas empresas estão no caminho certo para cumprir compromissos de […]

Meios & Publicidade
Marketing

Metade dos consumidores globais estariam dispostos a pagar cerca de 10% a mais por produtos sustentáveis

Esta é uma das conclusões do relatório anual Consumer Products Report 2024 da Bain & Company, adiando que, apesar disso, poucas empresas estão no caminho certo para cumprir compromissos de […]

Sobre o autor
Meios & Publicidade
Artigos relacionados
TV: Os programas que dominam as audiências, gravações e redes sociais em junho
Media
Albano Homem de Melo assina campanha da ERA que evoca portugalidade (com vídeo)
Publicidade
Reveja os melhores momentos dos Prémios de Design M&P’24 (com fotos e vídeo)
Marketing
Lino Cattaruzzi é o novo diretor-geral da Google em Portugal e Espanha
Digital
Audiências Euro 2024: Jogos das meias-finais são os mais vistos a seguir aos de Portugal
Media
Stream and Tough Guy desafia Atlantic New York e criam campanha internacional anti-armas (com vídeo)
Publicidade
Pegar num ponto fraco e dar-lhe a volta (com vídeo)
Publicidade
OK! Seguros lança campanha multimeios criada pela Judas (com vídeos)
Publicidade
Conheça os vencedores dos Prémios de Design M&P 2024
Marketing
Purina investe em marca de ração virtual em jogo web3
Marketing

Esta é uma das conclusões do relatório anual Consumer Products Report 2024 da Bain & Company, adiando que, apesar disso, poucas empresas estão no caminho certo para cumprir compromissos de descarbonização. Apenas 20% dos executivos inquiridos a afirmam que a sustentabilidade seria uma prioridade em 2024.

Segundo a consultora norte-americana, o setor dos bens de consumo viveu um ano de expansão, com as vendas no retalho para a indústria a crescerem cerca de 10% em 2023.  Apesar deste crescimento quase duplicar a média da última década, a consultora destaca que 75% desse aumento resulta do aumento dos preços, não de ganhos em volume.

PUB

O relatório afirma que nos EUA e na Europa, 95% do crescimento das vendas no retalho deveu-se a aumentos nos preços, evidenciando um desequilíbrio insustentável, tornando o regresso ao crescimento do volume um fator crítico em 2024. Foram inquiridos mais de 120 executivos seniores de produtos de consumo pela Bain & Company e 82% deles sentiram um grande impacto da inflação nos seus negócios, sendo essa a maior dificuldade enfrentada no ano passado.

Apesar do crescimento geral, o relatório estima que o crescimento médio foi próximo de 4% em empresas-chave, revertendo anos de desempenho superior. Os consumidores, diante de aumentos sem benefícios, mudaram para marcas próprias mais acessíveis ou insurgentes premium que oferecem mais valor. Mais de metade dos executivos inquiridos foram significativamente afetados pela redução dos gastos dos consumidores em 2023.

Para as empresas de topo, as margens de EBIT mantiveram-se próximas do mínimo nos últimos 10 anos, com os retalhistas a partilhar o impacto nas margens com as empresas de bens de consumo. Para impulsionar o crescimento, é, portanto, crucial uma maior flexibilização nos mercados emergentes, que oferecem o maior espaço para o crescimento em volume. Os mercados emergentes foram responsáveis pela grande maioria dos ganhos em volume globais em 2023.

A digitalização também se tornou urgente, prevendo-se que os líderes digitais tenham uma vantagem em áreas-chave nos próximos anos e estejam  numa melhor posição para tomar partido das vastas pools de dados e das tecnologias de inteligência artificial (IA) generativa em desenvolvimento.

A sustentabilidade é também central visto que, metade dos consumidores globais afirma que a sustentabilidade é uma das quatro principais considerações quando compram e que estariam dispostos a pagar cerca de 10% a mais por produtos sustentáveis.

“À medida que a inflação abranda, começa a emergir um paradoxo para as empresas de consumo. Embora, por um lado, os preços tenham subido demasiado para manter os gastos dos consumidores, por outro, não subiram o suficiente para acompanhar o aumento dos custos e as crescentes pressões sentidas pelos retalhistas. O crescimento futuro vai exigir uma reformulação fundamental das propostas de valor, portefólios e modelos de negócio”, afirma Clara Albuquerque, sócia da Bain & Company.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Artigos relacionados
TV: Os programas que dominam as audiências, gravações e redes sociais em junho
Media
Albano Homem de Melo assina campanha da ERA que evoca portugalidade (com vídeo)
Publicidade
Reveja os melhores momentos dos Prémios de Design M&P’24 (com fotos e vídeo)
Marketing
Lino Cattaruzzi é o novo diretor-geral da Google em Portugal e Espanha
Digital
Audiências Euro 2024: Jogos das meias-finais são os mais vistos a seguir aos de Portugal
Media
Stream and Tough Guy desafia Atlantic New York e criam campanha internacional anti-armas (com vídeo)
Publicidade
Pegar num ponto fraco e dar-lhe a volta (com vídeo)
Publicidade
OK! Seguros lança campanha multimeios criada pela Judas (com vídeos)
Publicidade
Conheça os vencedores dos Prémios de Design M&P 2024
Marketing
Purina investe em marca de ração virtual em jogo web3
Marketing
PUB
Marketing

Reveja os melhores momentos dos Prémios de Design M&P’24 (com fotos e vídeo)

Conheça os protagonistas da 14ª edição dos Prémios de Design M&P, evento que decorreu ao fim da tarde de 10 de julho, no Montes Claros – Lisbon Secret Spot, em Monsanto

A Dentsu Creative Iberia é a grande vencedora dos Prémios de Design M&P’24, ao ser eleita como Agência do Ano e distinguida com o Grande Prémio, com o projeto ‘Avant-gardening sounds’ para o festival de música Jardim Sonoro. No total, o júri atribuiu 41 prémios (sete ouros, 14 pratas e 20 bronzes), o que representa 72% dos trabalhos que chegaram a shortlist (57).

A entrega de prémios decorreu ao fim da tarde de 10 de julho, no Montes Claros – Lisbon Secret Spot, no Parque Florestal de Monsanto, num evento que reuniu 179 profissionais do setor, para a entrega dos troféus que distinguem os melhores trabalhos na área de design. Conheça os protagonistas e reveja os melhores momentos dos Prémios de Design M&P’24.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Conheça os vencedores dos Prémios de Design M&P 2024

A Dentsu Creative Iberia (na foto) é a grande vencedora, ao ser eleita como Agência do Ano e distinguida com o Grande Prémio, com o projeto ‘Avant-gardening sounds’ para o festival de música Jardim Sonoro

Já foram revelados os vencedores da 14ª edição dos Prémios Design M&P, no evento de entrega dos troféus, a 10 de julho, no Montes Claros – Lisbon Secret Spot, em Monsanto, que contou com a presença de 179 profissionais do setor.

A Dentsu Creative Iberia é a grande vencedora, ao ser eleita como Agência do Ano e distinguida com o Grande Prémio, com o projeto ‘Avant-gardening sounds’ para o festival de música Jardim Sonoro. No total, o júri atribuiu 41 prémios (sete ouros, 14 pratas e 20 bronzes), o que representa 72% dos trabalhos que chegaram a shortlist (57).

A escolha dos trabalhos vencedores, entre os 128 projetos inscritos, esteve a cargo de Carlos Rosa (designer e diretor do IADE), Cesária Martins (designer gráfica e fundadora do Graficalismo Design Studio), Cláudia Encarnação (designer digital da Nossa), Diana Carvalhido (diretora criativa da Ivity Brand Corp.), Emanuel Serôdio (diretor criativo de design na Dentsu Creative Portugal), Gonçalo Delaunay (diretor criativo do departamento de design da The Hotel), Mafalda Quintela (diretora criativa da Mafalda&Francisco), Margarida Borges (designer gráfica e cofundadora da Desisto), Patrícia Cordeiro (designer e diretora de arte da Judas), Paulo Reis (designer gráfico e editor de arte das revistas Visão e Prima) e Ricardo Diogo (diretor de design da McCann Lisboa).

 

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Purina investe em marca de ração virtual em jogo web3

Jogadores competem com mascotes virtuais, alimentando-os com snacks virtuais, que podem ser adquiridos na loja do jogo. A intenção é promover a marca na comunidade global de jogadores

Purina Dogasnax, a primeira marca de ração virtual para cães virtuais, é a nova aposta da Purina para conquistar mais consumidores. A marca estabeleceu uma parceria com a Dogamí, criadora do Dogamí Academy, um dos jogos de Web3 mais descarregados em dispositivos móveis. “Somos a primeira ração do mundo a integrar um jogo virtual de animais de companhia”, assegura a insígnia da Nestlé em comunicado de imprensa.

A colaboração surge na sequência da participação da Dogamí no programa Unleashed, acelerador de startups da Nestlé Purina, em 2023. No jogo, disponível para Android e iOS, os jogadores treinam e competem com as mascotes virtuais, participando em corridas de obstáculos para subir nas tabelas de classificação e alimentando os animais com snacks virtuais, que podem ser adquiridos pelos jogadores na loja do jogo.

“Esta iniciativa tem como objetivo apresentar formas diferentes e envolventes de entretenimento, que transformam a maneira como as pessoas que gostam de cães interagem com animais de companhia virtuais”, refere Fabio Degli Esposti, diretor de marketing do Grupo NPPE 1 da Nestlé Purina, explicando que a colaboração pretende conciliar os cuidados das mascotes com uma experiência de diversão.

“A nossa parceria com a Purina Dogasnax marca uma fusão inovadora entre o entretenimento e os cuidados com animais de companhia, trazendo o envolvimento virtual destes com uma comunidade global de ‘petlovers’. Com a Purina, estamos a criar um novo paradigma, trazendo a alimentação para animais de companhia para o âmbito do entretenimento”, afirma também Kristofer D. Penseyres, cofundador e CBO da Dogamí.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Sandra Zárate assume direção de digital e marketing do Brico Depôt Iberia

A até agora diretora de digital e marketplace da cadeia de retalho do Kingfisher Group vai dirigir o departamento de Digital & Marketing da Brico Depôt Iberia, na sequência da divisão do departamento de Customer & Trading em duas áreas estratégicas, Comercial e Digital & Marketing

O Kingfisher Group nomeou Sandra Zárate, até agora diretora de digital e marketplace, como diretora do departamento de Digital & Marketing da Brico Depôt Iberia, uma nova estrutura que resulta da divisão do departamento de Customer & Trading em duas áreas estratégicas, Comercial e Digital & Marketing. Além da licenciatura em comunicação social, relações públicas e publicidade pela Universidad Católica Andrés Bello (UCAB), em Caracas, Sandra Zárate tem um mestrado em internet, comunicação, marketing e negócios na Universitat Autònoma de Barcelona (UAB).

“Assumo esta nova etapa com muito entusiasmo. Nos últimos anos, tive o privilégio de liderar a área de comércio eletrónico e de fazer parte de uma equipa altamente talentosa e empenhada. Continuaremos a conduzir a nossa estratégia omnicanal, aproveitando as oportunidades e superando os desafios que forem surgindo. O nosso principal objetivo é oferecer uma experiência de compra superior e reforçar o nosso posicionamento como uma referência no setor da bricolagem e da construção”, afirma a responsável, que também reforça a equipa de gestão da Brico Depôt Iberia como membro da direção-geral da empresa.

Sandra Zárate vai liderar um departamento de marketing centrado no cliente, com o objetivo de impulsionar a empresa através do desenvolvimento de um negócio de comércio eletrónico consolidado e líder de mercado. “A sua experiência, conhecimento e liderança vão fortalecer a marca Brico Depôt no mercado ibérico. Estamos muito confiantes de que a sua visão vai trazer novas perspetivas e estratégias que vão permitir impulsionar o crescimento da empresa e melhorar a experiência do cliente em todos os nossos canais”, refere Chris Bargate, CEO da Brico Depôt Ibéria.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

IA generativa permite aumentar até 40% otimização do marketing de retalho

O relatório da Bain&Company revela que a IA generativa pode aumentar entre 5% e 10% das receitas de vendas dos retalhistas, com ferramentas de personalização de compra assentes nesta tecnologia

A inteligência artificial generativa permite um aumento de 30% a 40% da otimização do marketing de retalho, avança o relatório da Bain & Company sobre retalho e IA generativa, ‘Retail and Gen AI: Now Scale Those Terrific Early Returns’.

Segundo a consultora estratégica, os retalhistas podem reduzir custos e melhorar as margens de lucro, além de poderem atingir uma maior quota de mercado, através da automatização de tarefas, como a criação de conteúdos, realização de traduções, gestão de redes sociais e desenvolvimento de ‘landing pages’ personalizadas.

O relatório da Bain revela ainda que IA generativa permite um aumento entre 5% e 10% das receitas de vendas dos retalhistas, com ferramentas de personalização de compra assentes nesta tecnologia. De acordo com o relatório, isto é possível através das recomendações personalizadas em tempo real, adaptadas às preferências individuais e à localização dos clientes, bem como aos assistentes de compra. Este serviço não só melhora a satisfação do cliente, como também fortalece a fidelização, o que proporciona uma melhor experiência de compra e, por sua vez, um aumento nas receitas da marca.

Adotar uma estratégia de negócios assente no desenvolvimento de software também pode aumentar a produtividade, indica ainda o relatório. A Bain & Company destaca o caso de um retalhista que implementou um assistente para automatizar as tarefas de codificação, o que permitiu um aumento da produtividade de 25% a 40%, além de poupanças equivalentes a mais de 50 vezes do investimento inicial necessário para adotar esta tecnologia.

“Em geral, as empresas tendem a sobreestimar um pouco a velocidade de implementação de tecnologia disruptiva, mas também a subestimar o seu impacto a longo prazo. Há três décadas, muitas empresas subestimaram o impacto da internet. Se se tivessem apercebido do impacto que isso viria a ter no retalho, os executivos teriam integrado esta tecnologia nos seus negócios em 1995. É possível que, com a inteligência artificial generativa, nos encontremos perante um cenário idêntico”, refere Clara Albuquerque, sócia da Bain & Company, em comunicado de imprensa.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Susana Ferreira da Silva e André Folque reforçam liderança da VML

Susana Ferreira da Silva e André Folque (na foto) juntam-se à VML, como diretora de transformação de IA e diretor de soluções empresariais, experiência e marketing de desempenho, respetivamente

Susana Ferreira da Silva e André Folque são as mais recentes contratações da VML Portugal, que chegam com o propósito de liderar duas áreas distintas da agência criativa. Susana Ferreira da Silva é a nova diretora de transformação de IA, ficando responsável por inovar os processos de marketing e comunicação através da implementação de IA, enquanto André Folque é o novo diretor de soluções empresariais, experiência e marketing de desempenho, que terá a responsabilidade de contribuir para o crescimento das áreas de dados, plataformas e performance, bem como aproximar a proposta de valor digital da agência aos clientes.

Licenciada em gestão pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e pós-graduada em gestão de risco pela Universidade Católica Portuguesa, Susana Ferreira junta-se à VML vinda da Pandadoc, onde liderou o marketing de produto a nível global. Anteriormente, ocupou posições seniores na Optimus, Nos e Sonae MC, onde se especializou em tecnologia digital e de marketing, tendo liderado vários projetos de transformação ao longo da sua carreira.

“Estou muito entusiasmada com este compromisso de melhorar a inovação dos processos de marketing e comunicação para os nossos clientes locais e internacionais, aproveitando a inteligência Artificial e a automação para expandir a criatividade e produzir conteúdo em escala, adaptado a cada fase da jornada do cliente”, salienta Susana Ferreira da Silva, em comunicado de imprensa.

Vindo do Publicis Groupe em Portugal, onde recentemente liderou a criação de práticas ligadas a transformação de negócio, André Folque trabalhou em agências como a Havas Media e o GroupM, como diretor de digital, e foi sócio gestor na MediaCom. Liderou também o marketing digital e comércio eletrónico da Licor Beirão.

“É com enorme entusiasmo que me junto à equipa de liderança da VML e espero contribuir para o crescimento das nossas áreas de dados, plataformas e performance. Estou ansioso por colaborar com a talentosa equipa da VML na expansão das nossas capacidades e na entrega de resultados excecionais para os nossos clientes. Acredito que a nossa proposta de valor nas áreas digitais pode ser verdadeiramente diferenciadora e estarei focado em aproximá-la dos nossos clientes”, destaca André Folque.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Hisense amplifica campanha do Euro 2024 com ativações, passatempos e promoções (com vídeo)

A campanha ‘Beyond Glory’, da nova vaga comunicacional da marca de eletrodomésticos e eletrónica, é protagonizada pelo futebolista alemão Manuel Neuer e pelo ex-guarda-redes espanhol Iker Casillas (na foto), novo embaixador internacional da marca chinesa

Idealizada pela Hisense International e aprovada pela UEFA, a campanha internacional ‘Beyond Glory’, agora numa nova vaga comunicacional, é o ponto de partida das ativações que a marca de eletrodomésticos e eletrónica de consumo chinesa está a dinamizar um pouco por toda a Europa no âmbito do Euro 2024. Portugal não é exceção.

“As declinações da criatividade são feitas de acordo com as ativações planeadas com parceiros. No mercado nacional, todas as adaptações da campanha, seguindo ‘guidelines’ da marca e adaptada a promoções locais no retalho, com parceiros, promoções próprias, publicidade impressa e online, redes sociais/digital, são elaboradas pelo gabinete de design da nossa agência de comunicação EDC no que diz respeito ao desenvolvimento gráfico”, adiantou ao M&P fonte oficial da Hisense.

Em Portugal, além de ativações de marca em espaços dedicados em algumas das maiores lojas da Worten, da Radio Popular, da Media Markt, da Fnac e do El Corte Inglés, a campanha ‘Beyond Glory’ tem vindo a ser comunicada pontualmente em meios de comunicação social, como CNN Portugal, SIC, Record, Correio da Manhã e Jornal de Negócios.

Em Lisboa, além dos quiosques da Doca da Marinha, do Banana Café na Avenida da Liberdade e no Sheraton Hotel & Spa, a campanha da Hisense está também presente no Betano Euro Village e na esplanada Gracinha do Solar dos Presuntos. A Fun Zone do Lagoas Park é outro dos cenários escolhidos para a amplificação da campanha ‘Beyond Glory’, que também tem tido destaque no site da marca, dando destaque ao passatempo que a insígnia está a promover e que oferece €5.500 em prémios.

A Hisense, fornecedora oficial das televisões usadas na sala do videoárbitro (VAR) do campeonato europeu, reforçou estrategicamente o posicionamento de marca para atrair a atenção dos adeptos, estando também a divulgar online campanhas promocionais que garantem ofertas na compra de frigoríficos e televisores.

“A nível de comunicação, temos mantido uma presença mais ativa junto do consumidor final e desenvolvido ativações diretas nas suas redes sociais, passatempos e oferecido aos consumidores nacionais campanhas com ofertas competitivas, que têm tido uma adesão acima do expectável”, refere a Hisense.

‘Beyond Glory’ é protagonizada pelo futebolista alemão Manuel Neuer e pelo ex-guarda-redes espanhol Iker Casillas, novo embaixador internacional da marca chinesa. “Em território nacional, seguimos a mesma linha estratégica e estamos comprometidos com os nossos parceiros em oferecer experiências a todos consumidores”, explica Pedro Santos, diretor da Hisense em Portugal.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

Nervo e A Máquina voltam a dinamizar ativações no Sumol Summer Fest

O Sumol aposta novamente na criatividade da agência da WYgroup e na produtora das edições anteriores, para atrair mais festivaleiros ao stand da marca e dar a conhecer o ‘rebranding’ que tem em curso para assinalar o 70º aniversário da insígnia

O stand da Sumol na edição deste ano do Sumol Summer Fest foi novamente desenvolvido pela agência Nervo, em parceria com a produtora A Máquina. No ano em que comemora o 70º aniversário, a marca que dá nome ao evento aposta no rebranding que tem em curso, para dar a conhecer o novo posicionamento e campanha através de ativações. Uma das principais atrações é uma carrinha de distribuição grafitada, que esconde no porta-bagagens puzzles com as novas imagens promocionais e que, em equipas, os participantes vão ter de montar, ao som da canção de Marco Paulo que acompanha o anúncio televisivo.

“Entre sermos patrocinadores de festivais que não são nossos ou customizar-mos um festival em colaboração com os nossos parceiros, preferimos optar por este caminho, em parceria com a Música no Coração. Foi uma decisão que tomámos há anos. A música é uma plataforma muito importante na nossa interação com os jovens”, explica ao M&P Miguel Garcia, diretor de marketing da Sumol Compal em Portugal e Espanha.

Para além de um alinhamento musical mais urbano, o festival, que se realiza na praia de São João na Costa da Caparica, pelo segundo ano consecutivo, a 5 e 6 de julho, volta a apostar forte na arte urbana para potenciar as ativações promovidas pelas marcas que patrocinam o evento. No seguimento de um desafio feito aos alunos da World Academy, foi criado o mural que dá as boas vindas ao recinto, com a curadoria da artista e formadora Tamara Alves, reforçando o apoio da Sumol aos criadores emergentes.

“Fazemos um investimento forte para melhorar a vivência do espaço e as experiências de ativação que vamos ter e para mantermos a relevância na marca. Este ano traz um reforço substancial de investimento. Também por conta do rebranding, há muitos materiais para substituir, a que se somam as plataformas de ativação, que são maiores porque este espaço é maior. Estamos também a investir na plataforma Sumol Zero, que queremos dinamizar”, revela Miguel Garcia, sem todavia adiantar valores de investimento. A única informação que revela é que a insígnia cresceu 6% em faturação em 2023, face ao ano anterior.

À semelhança da marca, também o festival tem vindo a ganhar dimensão, atraindo ao novo recinto 40 mil visitantes em dois dias. “O Sumol Summer Fest cresceu, está mais maduro. E com ele cresceu também a sua comunicação, que apresenta agora uma linha visual mais minimalista, alinhada com as referências do target, urbana, com atitude e ‘straight to the point’. O conceito, ‘É o que és’, mantém-se, no entanto, intocável, pois é ele que legitima a evolução que se vive de ano. É este o nosso grande desafio a cada edição, estar em cima do que acontece e dar uma resposta à altura”, afirma Miguel Pires, cofundador, sócio e diretor criativo da Nervo.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Marketing

Custo por mil impressões no Instagram e TikTok está a diminuir

Conteúdos chegam apenas a cerca de 19% a 20% da audiência total de um influenciador, no caso do Instagram, indica estudo da Primetag referente ao mercado nacional

O custo por mil impressões (CPM) médio no Instagram e no TikTok em Portugal teve uma tendência decrescente em 2023, em particular entre os influenciadores com mais de 250 mil seguidores, onde as descidas foram mais acentuadas, revela o estudo ‘Influencer Economy: os dados do mercado sem filtros’, da Primetag.

A análise, divulgada a 4 de julho, aborda a evolução do marketing de influência no Instagram e TikTok durante o ano de 2023, através de cerca de 27 milhões de conteúdos, correspondentes a publicações de 32 mil influenciadores com mais de 10 mil seguidores.

O estudo indica uma redução significativa nos CPM, no entanto, o mercado parece estar a evoluir para dois níveis de preço distintos ao longo de 2023, sendo que influenciadores com menos de 250 mil seguidores registam CPM entre €26 e €30, um aumento face ao ano de 2022. Influenciadores com mais de 250 mil seguidores, por seu lado, apresentaram CPM na faixa de €13 a €16, o que significa um decréscimo em comparação com 2022.

No que diz respeito ao alcance dos conteúdos, o mercado demonstra uma tendência negativa, sendo que os conteúdos apenas chegam a cerca de 19% a 20% da audiência total de um influenciador, no caso do Instagram. No entanto, o Reels do Instagram apresenta uma realidade diferente, ao demonstrar um alcance médio de 56% das audiências dos influenciadores, um aumento de 16% face ao ano de 2022.

É destacado também o aumento da importância dos conteúdos próprios. “Os canais próprios das marcas estão a ganhar relevância no ecossistema do marketing de influência. Em 2023, os conteúdos publicados pelas marcas representam 31% do valor estimado dos conteúdos totais de ‘branded content’, em comparação com 19% em 2022”, refere o estudo da Primetag.

Em termos da representação dos setores de atividade, a Moda, o Desporto & Fitness e os Artigos de Luxo & Joalharia representam cerca de metade do valor total estimado dos conteúdos em 2023. Salientam-se setores como o Imobiliário e a Saúde & Bem-estar, que estão a crescer no mercado do marketing de influência.

O setor Imobiliário foi o que apresentou o maior crescimento em termos do valor estimado dos conteúdos, com mais 31%, em comparação com 2022, enquanto que a Saúde & Bem-estar registou um crescimento de 14% face ao ano de 2022.

O estudo inclui ainda um ranking comparativo de marcas, em que a TVI e a SIC são as mais relevantes no mercado. Marcas como Prozis, Zara e Zumub crescem em comparação com 2022. Uma novidade no ranking é a presença pela primeira vez das marcas Parfois, Pandora e Revolve.

Sobre o autorDaniel Monteiro Rahman

Daniel Monteiro Rahman

Mais artigos
Marketing

CeraVe regressa ao Nos Alive como patrocinadora

A marca de cosmética estará presente com imagens dos seus produtos e de profissionais de saúde no recinto do festival, para promover a conscientização para os cuidados dermatológicos

A CeraVe é a marca de cuidados da pele oficial do festival Nos Alive 2024, pelo segundo ano consecutivo. Educar e sensibilizar o público para a importância dos cuidados com a pele é o objetivo da CeraVe com a associação ao festival.

A marca estará presente com imagens de profissionais de saúde portugueses e dos seus produtos, espalhadas pelo recinto do festival, que pretendem promover a conscientização sobre os cuidados dermatológicos. A 12 de julho, a CeraVe vai ainda apresentar a importância do acompanhamento profissional, através de uma ativação com uma experiência com um grupo de médicos dermatologistas de todo o país.

“Esta é uma excelente oportunidade para sensibilizar o público sobre a importância dos cuidados com a pele. A parceria com profissionais de saúde, destacada através da presença da sua imagem em espaços de visibilidade da marca no festival, reforça o nosso objetivo de incentivar os festivaleiros a cuidarem da pele. Com a CeraVe no Nos Alive 2024, prometemos uma combinação imbatível de música e saúde da pele, assegurando que todos os participantes possam desfrutar do festival com pele hidratada e saudável”, enfatiza João Encarnação, diretor-geral da L’Oréal Dermatological Beauty, em comunicado de imprensa.

“Através de uma linguagem descontraída vamos informar o público de todas as faixas etárias sobre práticas de ‘skincare’ simples, seguras, que respeitem a barreira cutânea e ofereçam hidratação e fotoproteção eficazes, quer durante os dias do festival, quer ao longo de todo o ano. Acreditamos que o festival será também uma oportunidade para aumentar a consciencialização sobre doenças de pele como a dermatite atópica e fornecer dicas e informações médicas relevantes aos participantes”, destaca Marta Ribeira Teixeira, médica especialista em dermatologia.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Meios & Publicidade. Todos os direitos reservados.